• ti fasap

FASAP PARTICIPA DO "CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DO NOROESTE FLUMINENSE"

No dia 06/10/2022, das 9h30 às 12h30, a Escola Judicial (EJ1) do TRT da 1ª Região (TRT/RJ), com o apoio da FASAP e da 37ª Subseção da OAB/RJ, em Santo Antônio de Pádua/RJ, realizou o CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DO NOROESTE FLUMINENSE – POR UMA EMANCIPAÇÃO EFETIVA DO ACESSO À JUSTIÇA SOCIAL, onde magistrados e servidores do TRT, além de advogados, alunos da IES FASAP e público externo presentes tiveram acesso aos temas do 2º painel, temas estes de grande importância e atualidade.

O Congresso, idealizado pela Dra. Aline Souza Tinoco Gomes de Melo, Juíza Titular de Vara do Trabalho (TRT/RJ), foi “realizado pela Escola Judicial (EJ1) do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ), em parceria com três subseções (11ª, 17ª e 37ª) da Seccional Rio de Janeiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RJ) e outras instituições, [...] tem como objetivo debater e promover reflexões sobre as principais dificuldades jurídico-trabalhistas encontradas na região, além de discutir inovações temáticas recentes da área trabalhista e rumos do direito contemporâneo.” (Fonte: TRT/RJ), ocorrendo, assim, nos dias 05 e 06/10/2022 nas cidades de Itaperuna, S. A. de Pádua e Bom Jesus do Itabapoana/RJ.

Assim, para iniciar o 2º Painel, a Juíza do Trabalho, Dra. Aline Souza Tinoco Gomes de Melo, iniciou sua fala destacando a importância do evento e a necessidade de discussão dos temas propostos, tendo por debatedor o advogado, Dr. Ari Gonçalves Neto.

A palestra de abertura, “Direito coletivo pós-reforma trabalhista e os posicionamentos dos tribunais superiores.”, foi proferida pelo Dr. Cláudio Victor Castro, Juiz do Trabalho Substituto do TRT/RJ, onde explanou, com maestria e muita didática, o tema proposto.

Posteriormente, passou-se a palavra a Dr.ª Mariane Moterani Silva, Procuradora do Trabalho, que trouxe o 1º tema: “Métodos consensuais de solução dos conflitos: mediação no MPT e o papel dos agentes sociais.”, destacando a atuação do MPT e a importância do processo de mediação na atualidade.

Por fim, com o tema 2, “Comunicação Judicial: uma análise daquele que está na linha de frente do Poder Judiciário, o Oficial de Justiça”, a palestrante Dr.ª Flávia Teixeira, Oficial de Justiça, trouxe aos ouvintes a importância da clareza no momento de uma comunicação judicial e como o Oficial de Justiça tem grande relevância nesse papel.

Com absoluta certeza, um evento de altíssimo nível onde todos puderam desfrutar do aprofundado conhecimento dos palestrantes, assim como uma grande oportunidade de reflexão na Ciência Jurídica.





37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo