• ti fasap

AGOSTO LILÁS FASAP II: RESPEITO, LIBERDADE, IGUALDADE E SORORIDADE

Trata-se o “Agosto Lilás” de uma campanha de conscientização no combate à violência contra a mulher, criada em referência à sanção da Lei Maria da Penha (Lei Federal nº 11.340/2006), assinada no dia 7 de agosto e que, em 2021, completou 15 anos.

Assim, em virtude do “Agosto Lilás”, foi realizado o evento “Agosto Lilás FASAP”, este ano em sua 2ª edição, com o intuito de despertar na sociedade o quão importante é ter uma mobilização para coibir todas as formas de violência contra a mulher.

Com mediação das professoras Carina Abreu e Ana Lúcia de Barros, ora também Coordenadoras dos cursos de Direito e Psicologia da FASAP respectivamente, o evento buscou trazer informação e conscientização através de uma importante palestra interdisciplinar com o tema “RESPEITO, LIBERDADE, IGUALDADE E SORORIDADE”, tendo como ilustres convidas as palestrantes: Dra. Valéria de Rezende Rodrigues Brum Garcia, Defensora Pública Titular da 1ª DP da Comarca de Santo Antônio de Pádua e Responsável pelo atendimento das mulheres vítimas da violência doméstica, no âmbito do município de Santo Antônio de Pádua/RJ; e, também, Fabíola Leandra Barbosa Cordeiro Raybolt, Psicóloga do Projeto Violeta no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ/RJ), comarca de Petrópolis, fórum Itaipava, desde 2019.

Após a abertura do evento pelas Mediadoras, foi dada a palavra a palestrante Fabíola Leandra Barbosa Cordeiro Raybolt, que iniciou a sua fala sobre o contexto da violência, abordando, ainda, o ciclo da violência.

Ainda, a palestrante Psicóloga pode falar de sua experiência profissional e sobre o Projeto Violeta, que busca acelerar o atendimento e trazer segurança à mulher vítima de violência doméstica, ressaltando a importância da rede de apoio familiar, social e institucional para evolução do quadro clínico da mulher que sofreu com as violências.

Em seguida, a palestrante, Dra. Valéria de Rezende Rodrigues Brum Garcia, Defensora Pública há quase 23 anos em Pádua/RJ, iniciou sua fala sobre a evolução dos Direitos das Mulheres até o momento atual, ressaltando a violência de gênero, que tem aumentado a cada ano, apresentando, para tanto, dados estatísticos, para demonstrar o quanto a sociedade precisa evoluir.

Ainda em sua fala, a palestrante Defensora pôde falar um pouco de sua atuação prática nas Defensorias de Pádua/RJ e Miracema/RJ, e, também, dos desafios enfrentados na defesa da mulher, principalmente durante a pandemia.

Ao final, as palestrantes responderam às perguntas feitas pelos presentes no evento, destacando a Educação e a necessidade do Grupo Reflexivo (psicoeducação) como caminhos para melhoria desse quadro na sociedade.

O evento foi online e gratuito, para todos os alunos da FASAP, e, também, aberto ao público externo, contando com mais de 320 inscrições.

Logo, o objetivo do evento foi o de conscientizar aos participantes sobre o tema abordado, além de incentivar denúncias de agressão – que podem ser físicas, psicológicas, sexuais, morais e patrimoniais – contra mulheres.




6 visualizações0 comentário